Cartilha: como os pais podem ajudar na educação dos filhos.

Fonte: Zero Hora   Imagem: Unplash 

A qualidade da escola brasileira começa dentro de casa. Quando os pais estimulam o aprendizado e participam da vida escolar, as crianças se alfabetizam com facilidade, obtêm notas melhores, permanecem por mais tempo no sistema de ensino e alcançam renda superior na idade adulta.

Baseada em materiais do projeto Educar para Crescer que tem entre suas bandeiras a aproximação dos pais do processo de educação, Zero Hora republica orientações sobre como pais e mães devem agir em diferentes momentos da educação das crianças.

Escolinha

Os estudos mostram que o acesso à Educação Infantil tem importantes consequências para a vida adulta, como mais renda, menos gravidez precoce e menor envolvimento em crimes.

Facilite a adaptação da criança

- Mostre entusiasmo e segurança ao deixar seu filho na escola. Ressalte que ele irá

  encontrar outras crianças com as quais poderá brincar.

- Explique, com tranquilidade, que ele irá passar o dia na escola e diga quem irá buscá-lo

  no fim do período.

- Controle a ansiedade. É natural sentir angústia. Não diga que sentirá saudades, nem chore

  na porta da escola. Esforce-se para transmitir segurança a seu filho. Não saia escondido

  ou sem se despedir, nem minta dizendo que você volta logo.

 

Estimule o aprendizado

- Entenda como a escola estimula seu filho e o que esperar em cada fase de seu desenvolvimento.

  Acompanhe cada etapa de perto.

- Reconheça e valorize cada conquista de autonomia de seu filho. Nunca o reprima ou castigue

  em caso de falha ou regressão.

- Decida com a escola o melhor momento para a retirada das fraldas, para a troca da mamadeira

  por copo e o uso de talheres. Se perceber que seu filho está preparado, avise a coordenação.

  Caso contrário, peça mais tempo.

- Respeite o ritmo de seu filho. Não o compare com irmãos ou amigos.

 

Seja parceiro da escola

- Esteja presente e participe das reuniões de pais.

- Vá às atividades extraclasse, como palestras.

- Valorize e respeite a escola, os professores e os funcionários.

 

Eduque dentro de casa

- Crie uma rotina também em casa. Mantenha um horário regular para seu filho se alimentar,

  tomar banho e ir para a cama.

- Preserve as conquistas de autonomia. Não coloque fraldas ou ofereça mamadeira e chupeta

  se ele já não usa mais esses recursos na escola.

- Fale normalmente com seu filho, sem diminutivos ou infantilizações.

- Leia histórias, capriche na interpretação.

 

Acompanhe o dia a dia

- Leia a agenda de seu filho diariamente.

- Converse sobre o dia dele, sem enchê-lo de perguntas. Deixe que ele conte o que quiser

  e siga com a conversa a partir das situações reveladas.

- Conte as suas experiências escolares e vivências diárias de maneira que elas façam sentido

  para o universo dele.

 

Seja um pai alfabetizador

Ensinar a ler e escrever não é só tarefa da escola. A facilidade ou dificuldade que uma criança tem para se alfabetizar está intimamente relacionada ao exemplo dos pais e ao ambiente familiar.

 

Crie um ambiente alfabetizador

- Sua casa também ensina a ler e escrever. Isso acontece quando você a transforma em um ambiente alfabetizador, onde o material escrito tem espaço e função. Isso familiariza a criança com as letras e a estimula a valorizá- las.

- Espalhe livros, revistas e jornais pela casa. Compre almanaques que tenham caça-palavras

  e palavras cruzadas.

- Coloque um quadro de recados em casa e anote mensagens nele.

- Mantenha lápis e papel pela casa e também um computador.

- Peça ajuda à criança para fazer a lista do supermercado e para escrever a amigos e parentes.

- Monte uma biblioteca em casa.

 

Dê o exemplo

- A premissa básica de uma família alfabetizadora é dar o exemplo. Não faz sentido um pai esperar que seu filho tenha interesse pela leitura se ele mesmo não tiver.

- Sempre que ler algo interessante em um livro ou uma revista, compartilhe com seu filho e convide-o a ler junto.

- Comente com seu filho sobre o livro que você está lendo.

 

Crie atividades alfabetizadoras

- Quando escrever cartas, e-mails e bilhetes, peça para ele ajudar.

- Procure mostrar ao seu filho exemplos de como a leitura e a escrita são importantes para a vida.

- Estimule seu filho a ler tudo o que for escrito: rótulos, embalagens, cartazes, outdoors, letreiros etc.

- Fiquem sócios de bibliotecas próximas de sua casa.

(Continua na próxima postagem)

EspacoSER_Logo_Base circular1.png
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

11 97018.4621  11 99105.4551

silperez@terra.com.br  lucblauretti@gmail.com

Calçada das Tulipas, 5 / 2° Andar

Centro Comercial de Alphaville  Barueri  SP