8 livros infantis para conversar com as crianças

sobre política.

Fonte: Portal Catraquinha / Lunetas / Imagem: Pixabay

Postagem_103AA.jpg

Classes sociais, sistemas de governo, hierarquias. Tudo isso está no mundo para todo mundo ver (e viver), não é mesmo? Então, quem será que foi o adulto sabichão que inventou de dizer que política não é assunto de criança? Pois pode ser, sim, senhor. Mas, afinal, falar de política é sempre difícil? Não precisa ser, não, senhor.

Na literatura infantil e juvenil, assim como em qualquer outra forma de linguagem ou produto feito para a criança, o modo de dizer se mostra mais importante do que o que se vai dizer. Com a política, é a mesma coisa. É possível entregar uma conversa honesta e construtiva com os pequenos a partir de livros que respeitem a sua inteligência e toquem em questões de interesse comum a todos os públicos.

Nesta lista que preparamos, os livros falam sobre o assunto de forma criativa, sempre com o cuidado de ampliar ao máximo a reflexão que o tema suscita. São histórias que os pais, professores e cuidadores podem escolher com a certeza de que estarão oferecendo obras de qualidade, preocupadas com o desenvolvimento crítico e reflexivo da criança.

Postagem_103.jpg

Quem manda aqui

Larisa Ribeiro, André Rodrigues, Paula Desgualdo e Pedro Markun

Reis, rainhas, princesas e príncipes. Todos esses símbolos do poder povoam o imaginário infantil, mas o que eles significam na vida política? Quem são as autoridades de poder a quem respondemos diariamente? Pais, professores, prefeitos, presidentes? Como e por que escolhemos nossos representantes? Como fazer eles ouvirem a nossa voz e nossas reivindicações? Com essas e outras perguntas, este livro nasceu de uma oficina para crianças, em que foi proposto discutir a relação dos pequenos com a política. O resultado é uma obra que só faz por ampliar nossa compreensão sobre quem manda e quem obedece. Como diz a apresentação do livro, são “21 ótimas razões para começar a duvidar do poder dos reis”, mesmo que os reis às vezes sejam aqueles que sentam ao nosso lado na escola.

Postagem_103A.jpg

Meu reino por um chocolate

Bruno Nunes

De autoria do jovem autor Bruno Nunes e recém-lançado pela Trioleca Casa Editorial, o livro usa metáforas bastante interessantes para contar a história de um ditador que governa totalmente alheio ao que se passa no dia a dia do seu reino. Caprichoso e intransigente, o reizinho mimado não mede consequências para fazer valer a sua vontade, e dá ordens das mais absurdas para conseguir o que quer, mesmo que seja uma barra de chocolate. Sem definir uma moral da história e nem estabelecer verdades absolutas, o livro provoca o leitor a pensar sobre como se formam as relações de poder, e qual o impacto das decisões políticas sobre o meio ambiente, a vida das pessoas e o próprio desenvolvimento da sociedade. E, principalmente, o livro faz pensar em como o afastamento da política da vida cotidiana influencia no rumo das coisas.

Postagem_103B.jpg

O rei e o mar

Heinz Janisch e Wolf Erlbruch

Neste livro, a palavra política não aparece. Nem mesmo é sugerida. Mas não isso ele deixa de falar (também) sobre isso. No livro ilustrado do escritor alemão Heinz Janisch, ilustrado por Wolf Erlbruch, 21 fábulas com imensa cargo de significado são apresentadas ao leitor. Em cada uma delas, uma lição sobre as relações de poder e as verdades absolutas. O personagem principal – um reizinho muito poderoso – percorre todas as páginas do livro, em situações tão simples quanto filosóficas, que colocam sua soberania à prova. “Manda aquele que pode; obedece quem tem juízo”, diz a apresentação do livro.”No dia a dia, o bom senso costuma ser ótimo conselheiro, o único problema é que ele só nos diz o óbvio. E o óbvio não nos ensina a pensar”. Uma obra-prima sobre comportamento humano.

Postagem_103C.jpg

A democracia pode ser assim

Equipo Plantel

O livro integra o catálogo da Boitatá, selo infantil da editora Boitempo, que oferece obras de cunho social e político para o público infantil. Neste “A democracia pode ser assim”, os pequenos conhecem como funciona o sistema de governo que tem como premissa a liberdade de expressão, e entende quais são os mecanismos e práticas que podem ameaçá-la ou fortalecê-la. A coleção foi originalmente editada na Espanha, pela editora Media Vaca. Da mesma série, fazem parte os livros “O que são classes sociais?”, “A ditadura é assim” e “As mulheres e os homens”.

Postagem_103E.jpg

O rei de quase-tudo

Eliardo França

Considerado um clássico infantil, o livro de Eliardo França já está em sua 15ª edição, e conta a história de um rei de nariz empinado que, quanto mais conquistava, mais queria conquistar. Por isso, ele vivia sempre insatisfeito. Na verdade, o que ele queria mesmo era ser o rei de tudo, e não de “quase tudo”. Assim, o livro funciona como uma fábula moderna sobre a ganância humana e suas consequências nocivas.

Postagem_103Fpg.jpg

O rei

Luiz Tatit e Renato Moriconi

“O Rei” é uma canção do compositor Luiz Tatit, gravada em 1997. Neste livro, o ilustrador Renato Moriconi dá novas interpretações à letra, ao propor um livro em que o texto e a imagem contam histórias paralelas e diferentes. A história é de um rei pacífico que não é levado a sério por seus súditos por ser muito bondoso. Um dia, um feitiço toma conta da cidade e a miséria se espalha. Então, o rei vai às ruas e é questionado: “qual é o único rei que nunca morre?”. A resposta surpreende a todos e dá uma valiosa lição sobre o que é poder de verdade.

Postagem_103G.jpg

Equipe ESPAÇOSER

A lenda de Su

Thiago de Melo Andrade e Claudia Kfouri

Em um reino distante chamado Su, vivia um Sábio que reinava soberano, pois tinha muitos dons que o tornaram imbatível, até mesmo a capacidade curar doenças. Com o triplo de altura do restante da população, ele mandava e desmandava lá de cima, deixando o povo sem escolhas, vivendo num mundo sem escolas e nem livros. Até o dia em que o jovem Crasso, um jovem muito inteligente, é chamado para esculpir uma estátua do ditador. O livro oferece uma reflexão sobre o poder popular de transformar o cenário político e social.

EspacoSER_Logo_Base circular1.png