Conversar com seu filho: algo que a TV NÃO PODE

fazer por você.

Fonte: Blog Como Educar seus Filhos      Imagem: Pexels

Postagem_111.jpg

Desenvolva a capacidade de comunicação de seu filho de até 6 anos: desligue a T.V. e converse com ele. O prof. Carlos dá algumas dicas de como melhorar a interação verbal com ele.

 

A qualidade de interação verbal entre pais e filhos ajuda a desenvolver a capacidade de comunicação das crianças. É por isso que você deve adotar várias estratégias para melhorar a qualidade de interação verbal com seu filho.

Já citei algumas delas aqui no blog Como Educar seus Filhos.

 

Adultos e crianças reagem mutuamente durante as interações e, para aprender novas palavras, estruturas gramaticais etc., as crianças precisam de adultos atenciosos, de pessoas de carne e osso que imitam e expandem o que elas sinalizam, vocalizam, cantam ou dizem.

Isso é algo que a TV não pode fazer.

 

Então agora vamos entender melhor toda essa história.

Quando um adulto repete o que a criança diz – quando ele devolve para a criança aquilo que ela diz –, ele está imitando a criança. Agora, se além de repetir ele adiciona novas informações ao que a criança acabou de dizer, ele está expandindo o que a criança disse.

 

Então veja a importância de adotarmos estratégias e técnicas de interação verbal – e até mesmo não verbal – de qualidade para conversar com as crianças.

 

Vou apresentar agora alguns exemplos de imitação e de expansão, de ampliação, para que você entenda de que maneira pode interagir com seu filho.

 

Se seu filho não pronunciar de forma clara uma palavra, por exemplo, a imitação dará a ele a oportunidade de ouvi-la de forma correta. Na imitação ou expansão pronuncie sempre de forma correta as palavras, em hipótese alguma repita a pronúncia incorreta de seu filho.

 

Por exemplo, se seu filho disser a você a palavra “mama” ao lhe pedir a mamadeira, diga apenas “mamadeira” ou expanda dizendo-lhe “dê-me uma mamadeira, por favor”.

 

Outro exemplo, você está lendo em voz alta para seu filho e, de repente, ele aponta para a página do livro e diz a palavra “bola”; amplie o que ele acabou de dizer: “sim, estes meninos estão jogando bola”.

 

Muito bem, acho que por meio desses exemplos você já entendeu como funcionam as estratégias de imitação e expansão, ou ampliação. Então adote-as a partir de hoje para ajudar a desenvolver a capacidade de comunicação do seu filho.

 

Um detalhe importante, você pode adotar essas estratégias nas mais diferentes situações: na fila do banco, durante o jantar, durante o almoço, no parque, na igreja.

 

Enfim, aproveite todas as situações para interagir verbalmente com seus filhos, adotando estratégias de interação verbal de qualidade.

Quer saber mais? Fale com Nair Garcia.

Psicóloga Clínica. 

Especializada em Psicodiagnóstico

Infantil e Adolescência.

EspacoSER_Logo_Base circular1.png