Estamos ficando 'mimados'?

Fonte: Sabiamente

Postagem_158.jpg

Estamos vivendo momentos de excesso de opções e alternativas. Num mundo globalizado e tecnológico em que as coisas ocorrem muito rapidamente.

 

Crianças não brincam mais na rua, vivem mais tempo em ambientes fechados e cheios de tecnologia. As crianças dos anos 70, 80 tinham que esperar chegar o horário em que passava o seu desenho preferido da TV aberta, pois não existia a TV a cabo e internet disponível com a facilidade que temos atualmente. As crianças de hoje não necessitam esperar mais, têm o mundo à sua mão.

 

Observando nossas pequenas crianças na frente de um tablet, notamos que mudam rapidamente de um filminho para outro em menos de segundos. Muitas nem chegam a assistir completamente um filme de 1 minuto.

 

Outro lado desta mesma moeda está a dificuldade de escolher e bancar suas escolhas. Muitas pessoas apresentam dificuldade ou insegurança para fazer escolhas diante do excesso de opções que o mundo oferece.

 

Excesso de opções, inúmeras alternativas para optarmos, em todos os aspectos. Estamos ficando mimados? Além da dificuldade para escolher, há eterna impressão de que o caminho B, do qual abrimos mão, poderia ser mais florido. Como lidar com isso?

 

Fazer opções sempre acarreta abrir mão de algo em detrimento de outro, por isso muitas pessoas acabam ficando neste dilema, pois muitas não querem abrir mão ou assumir que não podem ter tudo ou ficar com tudo e todos. A saída é enfrentar que somos limitados e que por mais que pensemos antes de fazer a escolha, podemos nos equivocar e escolher o caminho errado.

 

Pessoas mimadas acham que sempre a 'culpa' de algo errado é sempre do outro, que não podem esperar ou apresentam dificuldade em aceitar a contrariedade. A maturidade emocional nos possibilita bancar escolhas com suas consequências positivas e negativas.

Quer saber mais? Fale com Millis Pereira

Psicopedagoga Clínica

EspacoSER_Logo_Base circular1.png