Fonte: Sempre Família

Talvez as mães nascidas na década de 90 se lembrem da personagem Blossom, da série que

levava o mesmo nome. A intérprete da menina, Mayim Bialik, faz sucesso novamente nos dias de hoje, ao atuar como a cientista Amy Farrah Fowler na série The Big Bang Theory.

 

Assim como sua atual personagem, Mayim também é cientista e se especializou em Neurociência,

 sendo PhD na área.

 

Recentemente a atriz lançou o livro Girling Up – Como se Tornar Uma Mulher Saudável, Esperta e

 

Espetacular (Primavera Editorial) direcionado às garotas, a fim de ensinar de maneira divertida e didática diversos conceitos ligados à biologia que afetam a vida das meninas como um todo, além de trazer algumas dicas práticas.

 

Na época em que ainda interpretava Blossom, Mayim precisou ter aulas particulares para poder concluir o Ensino Médio. Essa experiência de vida foi base para que ela desenvolvesse algumas dicas que podem facilitar o estudo e o aprendizado em meio a tantas mudanças físicas e psicológicas que acontecem na adolescência:

 

1. Não falte às aulas: criar o hábito de matar aulas ou não valorizar o momento em que se está em sala faz com que      uma série de atrasos nas matérias aconteçam. A constância é a chave para que o cérebro aproveite ao máximo o      ambiente de aprendizado. “Trate a escola como se você fosse paga para estar lá e como se fosse sua profissão”,

    recomenda Mayim.

 

2. Mantenha uma agenda de tarefas: ser organizada e estar em dia com as tarefas torna o aprendizado mais fácil. 

    Mayim recomenda que seja adquirida uma pequena agenda e que ela seja decorada com adesivos e desenhos,

    para que ela se torne verdadeiramente sua. E anote tudo o que precisar nela! “Escrever as coisas faz com que

    seu cérebro pense sobre elas e se lembre de uma nova forma”, diz.

 

3. Não procrastine: colocar em prática as coisas sobre as quais os professores falam, pouco tempo depois de eles

    terem dito, ajuda no aprendizado. Fazer a tarefa de casa depois de ter aprendido a matéria em sala, faz com que

    o cérebro processe melhor as informações e registre na memória de maneira mais confiável.

 

4. Aprenda a dizer não para as distrações: uma série de distrações podem aparecer e tirar o foco do cérebro dos

    estudos. A cada interrupção o cérebro demora a voltar ao raciocínio que seguia antes e assim perde o poder de

    dominar determinado assunto. “Mensagens de texto chamando para sair, em vez de fazer o dever de casa, ou até

    mesmo notificações no telefone dizendo que existem mensagens a serem lidas ficam no caminho do hipocampo

    que está tentando fazer o seu trabalho: te ajudar a aprender”, explica. E como evitar isso? Simples: desligando o

    celular no horário do estudo.

 

5. Repita, repita e repita: quanto mais vezes se pensa em alguma coisa ou se estuda algo, mais confiável é o registro

    do assunto na memória. De acordo com Mayim, cartões com resumos e esquemas podem ser usados para

    aprender praticamente qualquer assunto e podem ser revisados a qualquer momento. Além disso, escrever listas

    e rabiscar esquemas colabora no aprendizado, porque engaja o sistema motor no processo de memorização.

 

6. Seja criativa: não se limitar à leitura para o aprendizado, escrever e reescrever palavras e fatos importantes e

    transformar esses fatos em música são ideias que ajudam a estimular o hipocampo e o encorajam a lembrar de

    detalhes preciosos.

Quer saber mais? Fale com Gláucia Rodrigues.

Formada em Letras pela USP.

EspacoSER_Logo_Base circular1.png
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

11 97018.4621  11 99105.4551

silperez@terra.com.br  lucblauretti@gmail.com

Calçada das Tulipas, 5 / 2° Andar

Centro Comercial de Alphaville  Barueri  SP