Lideranças indígenas falam sobre a infância

em aldeia do Xingu.

Fonte: Catraquinha

Na aldeia Tuba-Tuba, no Parque Indígena do Xingu, no Mato Grosso, a vida corre em perfeita sintonia com a natureza. Desde a mais tenra idade, os Yudja preparam-se para os desafios futuros amparados pelos diversos elementos naturais: a sabedoria dos bichos, das águas, e das plantas é emprestada para que as crianças desenvolvam-se em plenitude.

 

O povo Yudja denomina esses elementos constitutivos de sua essência como Waapa, remédios encontrados na natureza que atribuem às crianças dons específicos e que são ativados no momento do brincar .

 É esta relação corpo-alma-natureza que orienta os Yudja e confere sentido à sua presença no mundo.

 

Para compartilhar este modo de vida e, principalmente, como a infância é encarada na aldeia, o “Diálogos do Brincar” recebeu Tawayku e Yabaiwa, lideranças indígenas dos Yudja, no mês de maio, no Espaço Cachuera!, em São Paulo.

 

 A videoconferência também foi exibida ao vivo pelo site do programa Território do Brincar, correalizado pelo Instituto Alana, e terá tradução simultânea em libras.

 

“Se a gente cuidar bem do mundo, nossa vida vai ser infinita. Vai ficar pra sempre”

 

Sugestão de filme para ver e aquecer o debate. O documentário “Wappa” (2017), dirigido por David Reeks, Paula Mendonça e Renata Meirelles. Nele, os diretores trazem um panorama da infância Yudja e dos cuidados que acompanham o desenvolvimento das crianças da aldeia. Produzido pela Maria Farinha Filmes, o documentário está disponível na plataforma Videocamp para exibições públicas e gratuitas.

 

A conversa abrirá espaço para aprofundar o olhar sobre o brincar, a vida comunitária e a influência que a natureza exerce na constituição do corpo-alma das crianças Yudja. Esta simbiose com os elementos e os ciclos naturais reflete na relação delas com o lugar em que vivem. “Se a gente cuidar bem do mundo, nossa vida vai ser infinita. Vai ficar pra sempre”, explica Yabaiwa Juruna, coordenador da escola indígena Kamadu e jovem liderança Yudja.

 

Resumo

No próximo Diálogos do Brincar, vai ser possível conhecer melhor a aldeia Tuba-Tuba, localizada no Parque Indígena do Xingu (MT), dando destaque especial à forma como a infância é encarada e vivida pelo Povo Yudja.

Quer saber mais? Fale com Silvana Perez, Pedagoga,

Psicopedagoga e Mestre em Educação.

EspacoSER_Logo_Base circular1.png
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

11 97018.4621  11 99105.4551

silperez@terra.com.br  lucblauretti@gmail.com

Calçada das Tulipas, 5 / 2° Andar

Centro Comercial de Alphaville  Barueri  SP